Bolsonaro indica primeiras mulheres para grupo de transição


Publicado em 09/11/2018 as 05:51


O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), enviou nesta quarta-feira (8) ao Palácio do Planaltouma nova lista de auxiliares para que sejam nomeados para a equipe de transição governamental.

A relação inclui indicações tanto para posições de colaboração, sem previsão de vencimento, como para cargos previstos na legislação da troca de governo, com direito a remuneração.

De acordo com interlocutores do militar, a lista possui 33 nomes e traz as primeiras indicações femininas. Ela foi remetida ao órgão de inteligência governamental para o processo de triagem.

A expectativa é de que seja publicada no "Diário Oficial da União" no início da semana que vem. Segundo relatos, ela inclui os nomes, por exemplo, da economista Clarissa Costalonga e das militares Márcia da Cunha e Silvia Waiãpi.

Na primeira lista, publicada na segunda-feira (5), havia apenas homens. A ausência de mulheres foi criticada, o que levou Bolsonaro a antecipar a divulgação das colaboradoras e anunciar a deputada federal Tereza Cristina (DEM-MS) como ministra da Agricultura.

A parlamentar, que preside a Frente Parlamentar da Agropecuária, admitiu ter negócios com o grupo JBS, mas negou haver conflito de interesses.